Investigação

Docente recebe certificado das mãos do embaixador dos EUA
18-08-2016
imagem_z1_noticia_prof_diogo_ribeiro_e_embaixador_dos_EUA.jpg

O docente e diretor da Licenciatura em Engenharia Civil (LEC) do Instituto Superior de Engenharia do Porto (ISEP), Diogo Ribeiro, recebeu o certificado do Programa Fulbright das mãos do ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, e do embaixador dos Estados Unidos da América (EUA) em Portugal, Robert A. Sherman. A cerimónia decorreu no passado dia 13 de julho, entre as 18 e as 20 horas, no Palácio das Necessidades, em Lisboa.

Este acontecimento deveu-se ao facto de Diogo Ribeiro ter conquistado, recentemente, uma bolsa individual no âmbito da prestigiada Fundação Fulbright para Professores e Investigadores Doutorados. Sendo este um Programa que conta com o financiamento conjunto dos governos português e dos EUA, deu-se agora a entrega oficial dos certificados que permitirá aos bolseiros estudar em solo norte-americano.

“Sem dúvida, foi com uma enorme satisfação e orgulho que recebi o certificado da Bolsa das mãos do ministro dos Negócios Estrangeiros de Portugal e do embaixador dos EUA. Os discursos de ambos primaram pela, cada vez maior, importância atribuída aos protocolos entre os dois países, tendo em vista a promoção e dinamização de atividades de I&D, cujo retorno tem sido muito significativo nos últimos anos”, declara o docente do ISEP.

Recorde-se que o projeto aprovado para financiamento se intitula “Metodologias numéricas avançadas de avaliação do comportamento dinâmico de pontes ferroviárias em linhas de alta velocidade” e conta com a parceria da instituição norte-americana da Universidade da Califórnia em San Diego (UCSD).

Agora, os próximos passos passam pela deslocação e permanência na UCSD. “Assim, poderei realizar trabalhos de investigação conjuntos no âmbito do projeto da linha de alta velocidade Los Angeles – San Francisco. A minha estadia deverá previsivelmente decorrer entre novembro e fevereiro de 2017, aproveitando a licença sabática que me foi concedida pelo ISEP”, acrescenta Diogo Ribeiro.

A Comissão Fulbright surgiu em 1960 fruto de um acordo diplomático entre Portugal e os Estados Unidos. Desde então, o Programa Fulbright tem visado o intercâmbio educacional. Desde a data de criação, já foram atribuídas bolsas em diversas áreas de estudos e investigação a cerca de 1300 estudantes e académicos portugueses e 750 norte-americanos.