Bem-vindos ao Museu do Instituto Superior de Engenharia do Porto. Este museu foi criado em 1998, com o objetivo de reunir e expor uma preciosa coleção de instrumentos científico-didáticos utilizados nos diferentes gabinetes e laboratórios, que demonstram, de forma clara, a evolução científica e técnica no ensino experimental desde a criação da Escola Industrial, em 1852.

A coleção funciona quase como uma cápsula de tempo onde os grandes avanços tecnológicos dos séculos passados podem ser apreciados.

São várias as áreas da engenharia que podemos ver aqui, desde do Desenho, com os seus diversos modelos de gesso, a Engenharia Civil, onde se destacam maquetas de pontes e de outras construções, a Química, com destaque para as balanças de precisão e diversos utensílios de laboratório seus instrumentos, a Mecânica, com as máquinas a vapor ou a física com instrumentos de hidrodinâmica, calor e acústica, passando pela Eletrotecnia, com os aparelhos de medidas elétricas, telégrafos e motores e as Minas e a Metalurgia, com os seus fornos e maquetas. Aqui se pode encontrar toda a história dos últimos 160 anos da engenharia e do seu ensino nas suas diversas facetas, como poderás ver durante a visita às salas do museu.

Para além deste espólio, o museu dispõe uma biblioteca, com mais de dois mil títulos, com algumas raridades bibliográficas, como é o caso da enciclopédia de Diderot e Alembert, um precioso livro de física de Musschenbroeck ou um livro de arquitetura de Leon Battista Alberti, e de um arquivo que contém variadíssima documentação, como correspondência, termos de posse dos diretores, atas entre outros documentos, desde a criação da Escola Industrial do Porto.

Atualmente no ISEP estudam cerca de 6.500 alunos em várias ramos da engenharia, onde aprendem como se constrói uma ponte, se faz um programa para um computador ou como funciona um motor de um automóvel.